Blog

Depressão: como ajudar e como buscar ajuda

A depressão continua sendo um grande tabu em nossa sociedade. E isso também causa muitas dificuldades na hora de ajudar ou buscar ajuda.

Por isso, uma forma de contribuir com pessoas com sintomas ou já diagnosticadas com depressão é por meio da informação!

Você sabe quais são as maneiras de ajudar, ou de buscar ajuda para si mesmo, diante de um quadro depressivo?

Pois saiba que isso está entre as contribuições do DisKardec e, a seguir, te explicaremos como isso funciona.

 

O que é depressão?

Em primeiro lugar, é muito importante entender o que o termo significa! Ao contrário do que muitas pessoas chamam de “frescura” ou sinal de fraqueza, a depressão se trata de uma doença.

A depressão, com classificação CID 10 - F33, é uma doença caracterizada principalmente por uma tristeza profunda, associada a outros sentimentos como dor, desesperança e culpa.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a estimativa é de que mais de 300 milhões de pessoas sofram com esse transtorno, que já é considerada a doença mais incapacitante do mundo.

 

O que sente uma pessoa com depressão?

Assim como as pessoas têm diferentes personalidades, a maneira como cada uma se sente, diante de um quadro depressivo, pode variar.

Mas, em geral, de acordo com o médico Drauzio Varella, os sintomas podem ser opostos, se caracterizando, principalmente, pela intensidade.

Com base no portal Viva Bem UOL, podemos listar algumas manifestações mais comuns.

  • Depressão no humor

O principal dos sintomas é associado à tristeza prolongada, ou seja, que dura por mais tempo.

Ela pode ser acompanhada de perda de interesse ou prazer em atividades; choro fácil ou apatia; irritação; mau humor.

  • Na autoimagem

Nesse sentido, podem ser comuns sentimentos relacionados a culpa, vazio ou inutilidade.

Além disso, também podemos observar (em nós ou nas outras pessoas) sentimentos de solidão; baixa autoestima; e desesperança.

  • Depressão nas funções cerebrais

A dificuldade para executar tarefas que fazem parte do dia a dia se incluem nesse grupo de sintomas.

Também podemos observar problemas na hora de tomar decisões; além de problemas de memória e de concentração.

  • Nos pensamentos

O pessimismo pode ser muito comum entre as pessoas que vivem com depressão e, a isso, podemos incluir uma visão distorcida da realidade.

Em casos mais graves, também são manifestadas ideias frequentes de morte e/ou de suicídio.

  • Depressão no comportamento

No comportamento, é possível observar falta de energia e fadiga; inquietação, agitação, ou lentidão nos movimentos e/ou na fala.

Ainda podemos incluir isolamento; perda de libido; aumento ou perda de apetite; consumo de álcool e outras drogas.

  • No sono

Para pessoas com sintomas de depressão, é possível haver dificuldade para dormir, provocando insônia; ou então tendo um sono muito mais prolongado.

Dessa maneira, as possibilidades são muitas, sendo necessário um olhar atento para a pessoa ao lado ou para si mesmo.

 

Como ajudar ou buscar ajuda?

Primeiramente, quando temos ao lado uma pessoa com depressão, é importante dar apoio e, principalmente, incentivá-la a buscar ajuda!

Se tratando de você, não tenha medo ou vergonha de buscar ajuda, incluindo o tratamento psicoterápico e, em parte dos casos, com o auxílio de medicamentos.

 

Além disso, muitas vezes ouvir uma palavra de conforto ou simplesmente ter a chance de desabafar com alguém pode fazer muita diferença: este é o papel do DisKardec!

 

Estamos prontos para te acolher com seu desabafo ou apenas uma conversa, através do nosso chat (no canto direito da sua tela), disponível 24 horas por dia.

 

Nós também podemos nos falar por e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.; ou pelo nosso telefone: (16) 3630-3232. Da forma que você preferir!

 

A depressão tem tratamento e nós queremos contribuir para a sua melhora. Conte com o DisKardec para ser acolhido(a)!